Teto Verde na Favela.

DSC_0222

 

Dentro do conceito de Desenvolvimento Sustentável que propugnamos, está o fator iniciativa inovadora. A iniciativa Teto Verde na Favela, que conta com projeto aplicado por Luiz Cassiano (Careca do Arará), líder cultural da Favela do Arará/Benfica, Rio de Janeiro, representa um passo relevante na busca de criar espaços humanizados nas comunidades do Rio de Janeiro.

DSC_0226

DSC_0225

 

A ABIDES, nos seus 15 anos de existência que comemoramos neste ano, incentivou este laboratório na Favela do Arará, doando inicialmente uma composteira de tela especial, para dar início na residência de Cassiano a atividades de compostagem de resíduo sólido orgânico (lixo orgânico), utilizando experiência desenvolvida pelo ambientalista Joaquim Moura do Centro Cultural de Visconde de Mauá. Esta ação conjunta nasce como fruto do Seminário Sobre Agricultura Urbana e Periurbana promovido pela ABIDES na Biblioteca Parque Manguinhos, vinculada à Secretaria de Cultura do Estado do Rio de Janeiro – de fato criamos uma verdadeira aliança Campo-Cidade, que tem permitido uma virtuosa troca de experiências.

DSC_0173

DSC_0171

Não resta nenhuma dúvida de que esta iniciativa tem um grande significado em termos de incentivo a práticas construtivas visando à melhoria das condições ambientais e paisagística das favelas do Rio de Janeiro – a proposta de tetos verdes é uma solução já amplamente conhecida, mas pouco praticada. No laboratório do Arará, já atingimos resultados importantes, como a produção de adubo orgânico, a criação de um Minijardim na laje da residência do Cassiano e a introdução do Teto Verde, com apoio do Botânico Bromélio. No Minijardim florescem plantas ornamentais, como bromélias, cactos e espécies da nossa flora, bem como hortaliças, plantas medicinais e até plantas carnívoras.

O Teto verde é um passo relevante na amenização dos efeitos do calor nas favelas, onde as moradias são construídas utilizando lajes de concreto e telhas de amianto e de outros materiais que amplificam o calor do sol, alem de ser um fator fundamental para uma verdadeira revolução paisagística. Não é por menos que Cassiano já conta com uma rede de colaboradores na Favela do Arará e fora dela, parte da construção de um processo maior, que certamente irá ofertar oportunidades para as crianças e jovens, com iniciativas coletivas, como o Plantar na Rua, como relata Cassiano no documentário da ABIDES: Teto Verde na Favela.

A ausência de políticas públicas nas favelas do Rio de Janeiro vem sendo citada como uma grave falha do Estado em proporcionar cidadania para a população – cremos que a iniciativa “Teto Verde na Favela” é uma forma avançada de resposta da sociedade civil a esta ausência.

 

Eng. Everton Carvalho

Presidente da ABIDES

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

Copy Protected by Chetans WP-Copyprotect.