Samarco X ONU: lama inerte ou tóxica? Em quem acreditar?

rio doce

No dia seguinte ao rompimento da sua barragem em Mariana (MG), em 5 de novembro, a Samarco, mineradora controlada pela Vale e BHP, informou ao público que o rejeito era “inerte” formado em sua maior parte por sílica (areia); esta semana, no dia 25, especialistas da ONU disseram outra coisa: a lama que desce o Rio Doce e atinge o Atlântico é “tóxica”.

Conforme se desdobra o maior acidente ambiental … Ler mais

Leia mais

União, MG e ES vão processar a Samarco e as empresas Vale e BHP Billiton em R$ 20 bi

QW

Em entrevista coletiva, a ministra do Meio Ambiente, Izabella Teixeira, disse que cabe às empresas pagar pelos danos e que, dessa forma, os recursos não sairão do Orçamento Geral da União Valter Campanato/Agência Brasil.

O governo federal e os estados de Minas Gerais e do Espírito Santo vão processar a Samarco e as empresas Vale e BHP Billiton para que arquem com R$ 20 bilhões para as despesas de recuperação … Ler mais

Leia mais

Os pescadores que já salvaram 6 mil peixes do desastre em Mariana

Pescadores Mariana

Estima-se terem sido salvos mais de 6 mil peixes de 20 diferentes espécies.

Foto: © TV Gazeta

A lama tóxica proveniente das barragens da mineradora Samarco em Mariana – MG já comprometeu a vida de milhões de peixes desde Minas Gerais até o Espírito Santo.

Para tentar minimizar os danos deste, que já é considerado o maior desastre ambiental da história do Brasil, centenas de pescadores se uniram para tentar … Ler mais

Leia mais

Sociedade Botânica do Brasil emite nota pública sobre o desastre na Bacia do Rio Doce

Lama-no-rio-doce-cidade-de-resplendor ES

Para a SBB, “as autoridades e os técnicos responsáveis, sejam federais, estaduais ou municipais, se mostraram atônitos, tímidos, talvez pela incapacidade para agir em situações de tamanha envergadura.

Ministérios e secretarias de meio ambiente e de minas e energia se intimidaram com a gravidade do desastre”

Segue o texto na íntegra.

Nota sobre o maior desastre ambiental do Brasil –

Diretoria da Sociedade Botânica do Brasil

Na tarde do dia Ler mais

Leia mais

Para o MPF a Samarco sabia dos riscos de rompimento de barragem desde 2013

lamas

Foto: Agência Brasil / IHU

Em audiência na Câmara dos Deputados, MPF discutiu ações para mitigar danos da tragédia em Minas Gerais.

A subprocuradora-geral da República Sandra Cureau afirmou que a mineradora Samarco sabia dos riscos a que os moradores e moradoras do distrito de Bento Rodrigues estavam expostos/as, pelo menos desde 2013.

Por essa razão, deve responder por todos os danos causados pelo rompimento da Barragem de Fundão, em … Ler mais

Leia mais
Página 5 de 7« Primeira...34567
Copy Protected by Chetans WP-Copyprotect.