Programa ambiental da Norte Energia garante reabilitação de espécimes à fauna do Xingu

A Norte Energia aumentou o número de recintos apropriados para abrigar, com maior conforto, os animais resgatados nas áreas de obras da Usina Hidrelétrica Belo Monte.

 

A construção desses espaços cumpre uma exigência do Instituto Brasileiro de Meio Ambiente e dos Recursos Naturais Renováveis – IBAMA,  a de salvamento e aproveitamento científico da fauna terrestre – para o licenciamento ambiental do empreendimento.

 

A área ampliada é utilizada para o tratamento de animais que necessitam cuidados veterinários,  ou manutenção,  até que estejam aptos à soltura na natureza, ou doação para instituições de cunho educativo ou científico.

“O programa de resgate da fauna terrestre garante o retorno dos animais à natureza”, explica o gerente de gestão ambiental da Norte Energia, Antônio Neto.

 

“Muitos deles precisam de atenção e cuidado clínico, pois são resgatados pequenos e debilitados. Depois de receber os cuidados necessários, eles precisam passar por esse momento de readaptação.”, destaca Neto.

 

O trabalho cuidadoso de veterinários, biólogos e técnicos contratados pela Norte Energia garantiu o salvamento de 102.595 espécies da fauna regional, entre répteis (49,40%), anfíbios (42,56%), mamíferos (7,47%) e aves (0,56%).

 

A maior parte dos animais resgatados nos locais de obra foi encaminhada para áreas de soltura, totalizando 94.849 espécimes.

 

Os demais foram destinadas a instituições parceiras do projeto de aproveitamento cientifico da fauna ou do acompanhamento veterinário do Centro de Estudos Ambientais da Norte Energia – CEA.

 

Entre os resultados obtidos, está o registro de novas espécies de pequenos roedores pertencentes aos gêneros Neacomys e Oecomys, e do morcego Nyctinomops, atualmente em fase de estudos complementares.

 

Também foram identificadas 46 ocorrências de espécies de abelhas, o que equivale a 72% do total de espécies registradas na Amazônia brasileira até 2005.

 

O CEA possui hoje 14 recintos de fauna. Após a ampliação, prevista para ser concluída em meados de dezembro, a estrutura contará com 12 recintos adicionais, ampliando a capacidade de atendimento à fauna resgatada.

 

 

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

Copy Protected by Chetans WP-Copyprotect.