Negócios sustentáveis

As mudanças em torno da sustentabilidade passam, necessariamente, pelo setor empresarial. A afirmação partiu da ministra do Meio Ambiente, Izabella Teixeira, durante o Almoço do Empresário, realizado dia 05/11 pela Associação Comercial do Rio de Janeiro – ACRJ com o apoio do Conselho Empresarial de Meio Ambiente e Desenvolvimento Sustentável da Casa.

“A melhor maneira de fazer negócios sustentáveis é ter o empresariado engajado nessa ideia. A visão de sustentabilidade requer uma visão de médio e longo prazos e isso necessita ser adaptado às chamadas planilhas de custos de curto prazo”, disse a ministra.

“Todos buscam essa interlocução e o Brasil, principalmente o Rio de Janeiro, por ter sido sede duas vezes de dois mega eventos, o Eco 92 e Rio+20, tem a chance de dar esse passo adiante”, ressaltou Izabella Teixeira.

Antes do Almoço do Empresário, o presidente da ACRJ, Antenor Barros Leal, e o presidente do Conselho Empresarial de Meio Ambiente e Desenvolvimento Sustentável da Casa e do Instituto Brasil PNUMA, Haroldo Mattos de Lemos, abriram o seminário “Rio+20 e o Futuro que Vamos Ter”.

“Esse seminário é a prova que temos que reagir, nos preparar e preparar a sociedade mundial pra enfrentar os problemas climáticos que nos afligem”, disse Barros Leal.

Haroldo Lemos destacou que a sociedade civil esteve mais mobilizada na Rio+20, se comparado com o encontro de 1992, o que, segundo ele, pressiona os governantes a dar mais atenção às causas ambientais.

Na ocasião, a ministra do Meio Ambiente foi homenageada com a medalha Vida Que Te Quero Viva, devido às ações de destaque para o meio ambiente e sustentabilidade durante a Rio+20. Izabella Teixeira também recebeu a medalha Bicentenário da ACRJ – Grau Ouro, honraria máxima concedida pela Casa de Mauá.

Também participaram da cerimônia o ministro do Meio Ambiente, Terra e Mar da Itália, Corrado Clini, o secretário estadual de Turismo do Rio de Janeiro, Ronald Ázaro, o vice-prefeito do Rio de Janeiro, Carlos Alberto Vieira Muniz, e o ex-ministro da Fazenda e ex-presidente da Casa de Mauá, Marcílio Marques Moreira.

* Com informações da Divisão de Comunicação da Associação Comercial do Rio de Janeiro.

Da Assessoria de Comunicação do MMA.

www.amarnatureza.org.br

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

Copy Protected by Chetans WP-Copyprotect.