Mato Grosso apresenta grande potencial para geração de energia renovável

1-usina-biomassa

O último Balanço Energético de Mato Grosso, apresentado pelo governo local, que analisa a evolução da produção energética de 2009 a 2014, apontou que o estado é rico em fontes para a geração de energia limpa, entre elas a hidráulica, biomassa e solar, contudo, ainda esbarra em dificuldades de mercado para ampliar a produção.

O MT produz 100% de energia renovável, que é a proveniente de recursos naturais, como a hidráulica e biomassa, a partir da cana-de-açúcar. No entanto, o potencial existente ainda é pouco explorado. Do potencial de geração de energia hidráulica à disposição, é usado apenas 15%, gerando o equivalente a 3 mil megawatts (MW), ou seja, ainda sobram 85% disponíveis para gerar até 21 mil MW. Assim como o potencial hídrico, o Estado também teria capacidade para gerar energia a partir da biomassa, que hoje já é utilizada, mas apenas em 20% de capacidade total. EM relação ao potencial de energia solar, o calor, que faz parte do dia a dia dos cuiabanos, por exemplo, poderia ser aproveitado para gerar energia, mas fatores como custo de instalação ainda interferem no sistema.

Segundo pesquisa realizada pela FDR Energia, o Mato Grosso ocupa a 2ª posição entre os estados do país com maior atratividade para utilização de energia proveniente de fontes limpas no mercado livre. Com a nota 0,596, no índice que é calculado considerando o intervalo de 0,000 (para a menor atratividade) e 1,000 para a maior atratividade, a nota do Estado está acima da média nacional, que fechou em 0,494.

Fonte: Ambiente Energia

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

Copy Protected by Chetans WP-Copyprotect.