IPAM divulga carta com recomendações ambientais aos candidatos à Presidência da República

O Instituto de Pesquisa Ambiental da Amazônia – IPAM preparou uma carta aos candidatos à Presidência da República pedindo que se manifestem sobre a pauta ligada à região amazônica e, em particular, à questão indígena. O IPAM considera que a temática ambiental e as políticas públicas para a garantia os direitos dos povos indígenas e para a proteção e gestão de suas terras não estão sendo tratadas com a importância necessária.

 

A carta elaborada pelo instituto aponta diversas recomendações, que devem ser consideradas no debate político destas eleições, como também enfatiza mais uma vez que as mudanças climáticas não são mais projeções para o futuro e sim uma realidade que o mundo já sente intensamente. Suas consequências para as populações humanas,  especialmente para aquelas mais desassistidas,  podem ser devastadoras e gerar graves impactos para a economia e o desenvolvimento de qualquer país.

 

A Amazônia brasileira abriga 20% da biodiversidade mundial e um quinto da água do planeta e, por isso, precisa ser preservada, pois desempenha um papel fundamental na estabilização das concentrações dos gases de efeito estufa e na minimização dos efeitos das mudanças climáticas globais. Esses impactos estão sendo vividos mais do que nunca no Brasil com as crises da água e a seca prolongada por todo o país.

 

De acordo com o documento, para que o Brasil alcance as metas de redução de desmatamento na Amazônia propostas no PPCDam e usufrua dos serviços ambientais prestados por suas florestas, é extremamente necessário uma especial atenção às grandes extensões contínuas de florestas. O  elemento chave para que isto aconteça, são as áreas protegidas, em especial as terras indígenas e suas populações.

 

Os dados da carta apontam que as taxas de derrubada de florestas no interior das Terras Indígenas são inferiores a 2% (1999-2008), um valor bastante reduzido se comparado àquele encontrado nas regiões ao redor destas terras (de 25 a 30%), e menor do que o encontrado em unidades de conservação de proteção integral.

 

“Com o agravamento das alterações climáticas, afetando regiões como a Amazônia, os povos indígenas são os mais vulneráveis, pois são os que possuem menos possibilidade de se adaptarem a essas mudanças. Hoje várias mudanças já são observadas, como por exemplo, mudanças nos rituais que são marcados pela chegada de chuva em uma determinada época do ano, que já não ocorrem mais, atrapalhando também a tradição cultural dessa população”, lembrou o Diretor-executivo do IPAM, Paulo Moutinho.

 

O IPAM solicita por meio desta carta os dois candidatos à Presidência da República e os comitês de transição, que reflitam e tragam essas recomendações para suas agendas políticas. Por se preocupar com o meio ambiente e com o futuro das próximas gerações, o conteúdo desta carta pede aos responsáveis do próximo governo que valorizem a floresta Amazônica e suas populações, não só pelas questões ambientais e sociais, mas também que se compreenda o valor econômico que ela representa em si mesma e em recursos indispensáveis para manter a economia nacional e tradicional, hoje muito calcada no agronegócio e em outras atividades que dão estabilidade à balança comercial brasileira, todas dependentes de recursos naturais.

 

“É preciso valorizar os serviços ambientais prestados por aqueles que compreendem a necessidade de manter a floresta em pé com compensações financeiras, seja por meio de pagamento ou isenções de impostos”, propôs Paulo Moutinho.

 

Portanto, o IPAM afirma que o caminho para garantir esta condição futura de clima equilibrado é continuar mantendo e expandindo as áreas protegidas, entre elas e, em especial, as terras indígenas.
Clique aqui para acessar ao documento completo.

 

* O Diretor-executivo do IPAM, Paulo Moutinho foi entrevistado ao vivo pela Rádio Nacional Amazônia, no Programa Amazônia Brasileira, na manhã desta quarta-feira. Clique aqui para ouvir a entrevista.

 

Juliana Pinto  e Marcela Bandeira | IPAM

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

Copy Protected by Chetans WP-Copyprotect.