Entrevista – Copa 2014: Porto Seguro se prepara para receber Alemanha e Suíça

A Costa do Descobrimento foi escolhida por duas seleções como centro de treinamentos para a Copa do Mundo 2014. A Suíça, escolheu Porto Seguro como sede e a Alemanha, o distrito de Santo André,  a 40 Km do centro de Porto Seguro.

 

A região venceu a disputa com duas cidades do interior paulista, Itú, que contava receber a seleção Alemã e Guarujá, que já dava como certa a presença da Suíça.

 

O presidente da Câmara de Vereadores de Porto Seguro, Paulinho Tôa Tôa, que desde 2010, ao lado de Patrícia Martins, diretora do Convention Bureal, foram os grandes idealizadores e fomentadores do projeto.

 

Em entrevista, Paulinho falou das dificuldades enfrentadas nesses 3 anos e o que precisa ser feito daqui para frente pelo poder público e iniciativa privada. Confira a entrevista:

 

-Queria que você comentasse pra nós quais são as seleções e a expectativa pra vinda dessas seleções.

 

PauloAcho que não teria notícia melhor pra Porto Seguro, anunciada pelo secretário de estado, Domingos Leoneli, a vinda das seleções da Alemanha e a Suíça. Só temos que agradecer a todos que direta ou indiretamente participaram desta luta que já vem há mais de três anos, a comissão da copa trabalhando em cima, com o apoio hoje do Executivo, da prefeita Claudia Oliveira, apoio de todos, o sonho passa a ser realidade. Não podemos deixar de agradecer ao governo do Estado que também está dando total apoio.

 

– A gente sabe que você junto com a Patrícia Martins do Convention Bureau, começaram este projeto em 2010 quando ninguém acreditava que seria possível . Queria que você falasse das dificuldades que foi de lá pra cá e o que passou na sua cabeça no momento em que foram confirmadas as duas seleções para porto seguro.

 

PauloTemos que agradecer o empenho de Patrícia, ela que é a coordenadora da comissão da copa. Foi uma grande baluarte, de fato ela se esforçou muito. Foi com muita dificuldade, lá atrás muitas pessoas achavam que isso era um sonho, uma utopia, mas não só a Patrícia mas alguns empresários, entre eles o próprio Luigi do La Torre se esforçaram muito para que isso se tornasse uma realidade, entre outras pessoas, enfim a comissão da copa.

 

É com muita alegria, ver estes três anos de trabalho e a gente ver isso se tornar uma realidade, então pra Porto Seguro, aquele sonho que enxergávamos lá trás conversando com a comissão da copa, o que isso iria representar, acho que hoje não é novidade.

 

Vai ser uma injeção de mais de 50 milhoes de reais no mercado de porto seguro, então isso tem uma representatividade muito forte e não é só uma questão de ter as seleções aqui , mas o que vem junto com elas, que é a questão do próprio turismo, do investimento, já que trará muitos investidores para nossa cidade, então a gente fica muito feliz, acredito que 2014 será um ano muito importante para Porto Seguro.

 

Acredito muito no pós copa, a renovação, a qualificação com turismo diferenciado com qualidade e um turismo internacional frequentando porto seguro.

 

– Câmara municipal, prefeitura, governos federal e estadual, o que tem que ser feito pelo poder publico para melhorar e se preparar para a chegada destas duas seleções e este entorno que são cerca de 1500 pessoas entre famílias e jornalistas que vem acompanhando as seleções.

 

-Paulo: Acho que agora chegou a hora de fazermos a lição de casa. É a questão do aeroporto, fiscalizar, cobrar um atendimento melhor  no aeroporto, sabemos das deficiências e não é o momento de esconder isso, então começa por lá que é o portão de entrada, a questão dos acessos , o planejamento de segurança, mas isso já parte pro governo do Estado mas acredito que cabe a nós, não só como vereador ou Executivo estar fiscalizando e cobrando para que de fato a gente possa ter uma infraestrutura melhor  para que o turista chegue, o turista internacional é um pouco diferente do brasileiro.

 

Não que ele seja diferente por ser estrangeiro mas sabemos como funciona a questão da infra estrutura então a gente sabe o que devemos cobrar: acessibilidade, segurança, estádio e o aeroporto. Isso é o que nós temos que preparar.

 

– Iniciativa privada: Qualificação de mão de obra, você que veio da iniciativa privada, o que tem que ser feito para melhorar este tipo de atendimento?

 

-PauloSabemos que terá a procura por estes leitos, que vem não só os jornalistas, mas também torcedores, sabemos que a Alemanha é uma das seleções que mais leva os torcedores  junto, a suíça também traz , então acho que o empresariado tem que fazer a lição de casa principalmente qualificar a mão de obra.

 

Contratar pessoas bilíngues, que falem pelo menos inglês para estar atendendo estas pessoas e credito que estes turistas vindo vai despertar com que os funcionários e empresários se qualifiquem mais e que possa estar cada vez mais se preparando para atender este turista internacional que não tenho dúvida, que pós copa eles vão continuar vindo para porto seguro porque são poucas cidades quando falamos de litoral no Brasil que tem a mata atlântica, aldeia indígena, que carrega a historia do nosso país que a terra mãe do Brasil, que é porto seguro, eu não tenho duvida que estaremos com um turismo internacional dentro da nossa cidade pós copa e é muito importante fazer essa lição de casa , que é a questão da infra estrutura que é já temos alguns hotéis mas principalmente na qualificação de mão de obra .

 

Não existe indústria melhor que o turismo porque ele é prestação de serviço e isso é ser humano, é gente. Então ele nunca vai deixar de gerar emprego. Precisa se qualificar para cada vez mais trazer turista de qualidade para nossa cidade.

 

Créditos: Namidia Comunicação

 

http://revistaecoturismo.com.br/

 

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

Copy Protected by Chetans WP-Copyprotect.