Deputados Federais visitam as usinas nucleares e marcam nova audiência pública

Deputados Federais visitam as usinas nucleares e
marcam nova audiência pública

Treze deputados federais, componentes das comissões de Minas e Energia e Meio Ambiente, visitaram nesta sexta-feira (15) as usinas nucleares de Angra dos Reis. Durante a visita, os parlamentares estavam especialmente interessados em saber qual o nível de segurança das centrais brasileiras e esclarecer dúvidas sobre os custos e as vantagens da geração nuclear.

O grupo – formado pelos deputados Giovani Cherini (PDT/RS); Domingos Sávio (PSDB/MG); Marcelo Matos (PDT/RJ); George Hilton (PRB/MG); Carlos Zarattini (PT/SP); Paulo Wagner (PV/RN); Fernando Jordão (PMDB/RJ); Adrian Mussi (PMDB/RJ); Jorge Pinheiro (PRB/GO); Domingos Dutra (PT/MA); além do secretário de Obras de São João de Meriti, Samuel Chuester, e do prefeito de Angra, Tuca Jordão, – foi recepcionado pelo presidente da Eletrobras Eletronuclear, Othon Luiz Pinheiro da Silva, que ministrou palestra sobre o funcionamento das usinas e importância da geração nuclear para a matriz energética brasileira.
Em seguida, os deputados visitaram o canteiro de obras de Angra 3 e estiveram no depósito onde estão armazenadas as peças que serão instaladas na futura usina. Depois seguiram para as instalações de Angra 2 e também conheceram o Centro de Gerenciamento de Rejeitos.

Segundo o deputado Giovani Cherini (PDT/RS), presidente da Comissão de Meio Ambiente e Desenvolvimento Sustentável da Câmara, será marcada para o próximo dia 27 uma audiência pública para esclarecer dúvidas sobre o plano de emergência e os custos da geração nuclear comparados a outras fontes energéticas.

– Estamos fazendo um trabalho sobre as diversas fontes de energia limpas, entre elas a nuclear. Nossa preocupação é com relação à eficácia do plano de emergência e a destinação dos rejeitos nucleares. Precisamos ainda avaliar quais os custos para o consumidor do megawatt da energia produzida aqui nas usinas de Angra dos Reis.

Ainda de acordo com o parlamentar, será produzido um relatório sobre a visita, que servirá de apoio para orientar possíveis investimentos no aperfeiçoamento da infraestrutura de segurança nuclear no país.

O deputado federal Fernando Jordão (PMDB/RJ), que foi prefeito de Angra por oito anos, defendeu a criação de uma agência reguladora para fiscalizar o setor.

– Precisamos de uma agência independente que faça a regulagem de toda a indústria nuclear no país. Hoje é a Comissão Nacional de Energia Nuclear (CNEN) quem dita as regras e fiscaliza este setor. Está mais do que na hora de termos uma agência independente.

O presidente da Eletrobras Eletronuclear, Othon Luiz Pinheiro da Silva , destacou a importância da visita dos parlamentares que – da mesma forma como os senadores e deputados estaduais o fizeram nos últimos dias – puderam avaliar o alto nível de segurança de nossas usinas. Ressaltou ainda a competitividade da geração nuclear comparada a outras fontes térmicas

– O combustível nuclear é mais barato que o fóssil, além de não ser poluente. Hoje o sistema hidrelétrico sozinho não tem condições de suprir toda a nossa demanda energética. Comparada com as térmicas, a energia nuclear tem, sem dúvida, o menor preço.

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

Copy Protected by Chetans WP-Copyprotect.