Concluídas as obras de remediação do lixão de Altamira

Junto com toneladas de lixo acumuladas em décadas de improvisos, a conclusão dos serviços de remediação do antigo Lixão Altamira, encerra uma demanda histórica, responsável pela poluição de uma área gigantesca e o incômodo a centenas de famílias, além de mais de R$ 10 milhões em multas aplicadas ao município pelo IBAMA  – Instituto Brasileiro do Meio Ambiente e Recursos Naturais Renováveis,  pelo acondicionamento indevido de resíduos.

As obras de remediação do antigo lixão de Altamira serão concluídas no próximo dia 10 de novembro. A área de 50.000 m², localizada às margens da rodovia Transamazônica, será devolvida à prefeitura sem riscos de contaminação e coberta de grama. A área que se habituou chamar de lixão está a cerda de cinco quilômetros de Altamira. Durante 20 anos, despejou-se no local resíduo de todos os tipos. De entulhos de construção a lixo hospitalar.

O projeto de remediação do antigo lixão é parte do programa de saneamento básico de Altamira, que inclui, ainda, obras de sistema de distribuição de água, tratamento e destino do esgoto sanitário e a construção de um novo aterro sanitário. “Estamos entregando mais uma grande obra para a Altamira.

A população deve ficar orgulhosa de sua cidade. Poucos municípios no país têm 100% do seu lixo acondicionado corretamente e com um aterro sanitário operando conforme normas ambientais”, Danilo Queiróz, coordenador do projeto e gerente de fiscalização das obras do entorno da Norte Energia.

A remediação do antigo lixão contou com trabalhos de limpeza, cercamento para isolar o local, escavação de células impermeabilizadas para isolamento do lençol freático, além de instalação do sistema de drenagem de gases, que evita o acúmulo de metano no subsolo e o risco de futuras explosões no local.

O local passa a ser caracterizado por um amplo terreno gramado e arejado. O destino final da área, no entanto, fica a cargo da Prefeitura de Altamira. A remediação  do lixão reforça o posicionamento da Norte Energia de  forte recuperação de áreas degradadas e  trabalhar implementando o que tem de mais inovador nas tecnologias ambientais.

http://blogbelomonte.com.br/

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

Copy Protected by Chetans WP-Copyprotect.