Brasil Mato Grosso do Sul tem o maior índice de suicídios entre indígenas do país

(foto: reprodução)

 

O índice de suicídio entre os indígenas Guarani-Kaiwoá do Mato Grosso do Sul triplicou nos últimos treze anos.

 

De acordo com registros do Conselho Indigenista Missionário – CIMI, só no ano passado foram contabilizados 73 casos de suicídios entre indígenas no estado, sendo que 72 foram entre  os Kaiwoá.

 

Os dados apurados pelo Distrito Sanitário Especial Indígena – DSEI/MS, constam no Relatório de Violência Contra os Povos Indígenas no Brasil e será divulgado pelo CIMI em junho.

 

Segundo o relatório, de 2000 a 2013 foram 684 casos, a maioria dos suicídios ocorreu principalmente entre jovens, na faixa etária dos quinze aos trinta anos.

 

Para o procurador da República Marco Antônio Delfino de Almeida, do Ministério Público Federal – MPF, em Dourados – MS, a restrição à oportunidades de trabalho subalternas degradantes, como o corte da cana-de-açúcar, contribuem para a falta de perspectiva do indígena com relação ao futuro.

 

Ainda para Almeida, os indígenas são pintados pela mídia como entraves, empecilhos e obstáculos ao desenvolvimento, o que colabora para a dificuldade de inserção social dos povos tradicionais no mercado de trabalho.

 

Pulsar/adital

 

http://agenciapulsar.org/

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

Copy Protected by Chetans WP-Copyprotect.