BARBÁRIE NOOOOO!!!!

Barbárie NOOO!!!

Mais uma Barbárie, desta vez as vítimas foram meninas e meninos do Rio de Janeiro – desta vez um demente mata crianças e dilacera famílias e a sociedade. Esta barbárie se soma às de Vigário Geral, Carandiru, Candelária e muitas outras mais – infelizmente. No fundo são as doenças sociais de causas diversas, algumas inexplicáveis, mas todas inaceitáveis. Culpados são muitos, mas não vale a pena nominar nem acusar. O que importa é que precisamos de paz, muita paz no coração das pessoas, única fórmula para que estas barbáries cessem.
A ABIDES criou o movimento BARBÁRIE NOOOO!!!! – um movimento pela Paz e pelos Direitos Humanos, como um remédio coletivo onde todos podem participar para construirmos outro Brasil, aquele sempre falado – o Brasil das pessoas pacíficas, da democracia inter-racial – sempre falado, porém pouco praticado.

A revolta Árabe nos mostra a força das Redes Sociais e será nos utilizando delas que faremos no Brasil um grande movimento concreto, real e verdadeiro pela Paz. Associamo-nos à rede de solidariedade com as famílias das vítimas de Realengo e todas as outras famílias vítimas das mais diversas formas de barbáries. Fazemos um alerta para os Governantes, que se somem a nós e cumpram o seu dever de hoje, aqui e agora de combater a injustiça social – mãe de todas as maldades e de todas as violências. Que deixem de cuidar somente de seus interesses, muitas vezes mesquinhos – e se transformem em agentes da Paz e da Justiça.

Na Favela do Arará, onde desenvolvemos o Projeto Saciarará de Integração Social de crianças e jovens sob risco social, temos o exemplo de um jovem artista que prega a Paz e busca indicar caminhos positivos para os jovens da Comunidade. O cantor de Funk 2B fez uma letra muito apropriada, denunciando a violência e mostrando que na Favela há um movimento pela Paz, que deve ser seguido pela classe média, pelos ricos, pelos empresários e pelos governantes, na mesma sintonia – pois sem essa união verdadeira, a Barbárie continuará e não adiantará ficar chorando no leite derramado dos dramas que se sucedem em todas as classes sociais. Vejam a poesia de 2b:

JUNTE_SE AO NOSSO GRUPO: http://www.facebook.com/home.php?ref=hpskip#!/home.php?sk=group_187006631328954&ap=1

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

Copy Protected by Chetans WP-Copyprotect.