ANA reduz vazão de barragem para preservar estoque de água no Rio Paraíba do Sul

seca

 

A Agência Nacional das Águas – ANA  determinou que a barragem em Santa Cecília reduza a vazão de água de 190 m³/s para 160 m³/s, até 31 de dezembro deste ano.

 

Com a medida, a agência pretende preservar os estoques de água do reservatório da bacia do Rio Paraíba do Sul, composto também pelos barramentos de Paraibuna, Santa Branca, Jaguari e Funil.

 

A medida foi publicada no Diário Oficial da União do dia 1º/12. Ainda de acordo com a resolução, ANA, Operador Nacional do Sistema Elétrico – ONS  e governo do estado do Rio de Janeiro vão acompanhar as avaliações periódicas, feitas com o propósito de identificar os impactos causados pela redução da vazão.

 

Esse acompanhamento poderá contar também com a participação das empresas responsáveis pela gestão dos reservatórios e do apoio do Comitê para Integração da Bacia Hidrográfica do Rio Paraíba do Sul – CEIVAP  e do Comitê da Bacia Hidrográfica do Rio Guandu.

 

As avaliações buscarão identificar os efeitos que a redução da vazão na barragem terá rio abaixo, bem como o bombeamento de água para o Rio Guandu.

 

Para tomar essa decisão, a ANA levou em conta a situação desfavorável na bacia,  após longo período de estiagem  e o fato de o Rio Paraíba do Sul ser de grande importância para o abastecimento de várias cidades do estado do Rio de Janeiro.

 

A Bacia do Paraíba do Sul abrange 184 municípios, dos quais 88 estão em Minas Gerais, 57 no Rio de Janeiro e 39 em São Paulo. A água do rio é usada para abastecimento, geração de energia hidrelétrica e irrigação.

 

Por Pedro Peduzzi, da Agência Brasil

 

Publicado no Portal EcoDebate, 02/12/2014

 

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

Copy Protected by Chetans WP-Copyprotect.