Prêmio Odebrecht para o Desenvolvimento Sustentável recebe inscrições até 6 de outubro

Os cinco trabalhos mais bem avaliados receberão R$ 300 mil em prêmios.

O processo de inscrição de projetos para a 8ª edição do Prêmio Odebrecht para o Desenvolvimento Sustentável entra em sua fase final.

Até o dia 6 de outubro, estudantes de graduação de todo o Brasil podem garantir sua participação na disputa pelo reconhecimento através do hotsite www.premioodebrecht.com/brasil/.

Vale lembrar que pelo menos um dos integrantes do grupo de autores deve cursar engenharia (de qualquer segmento), agronomia ou arquitetura.
Os cinco trabalhos mais bem avaliados receberão R$ 300 mil em prêmios, sendo que o autor ou grupo de autores, orientador e instituição de ensino ganham R$ 20 mil reais cada. Será outorgada também menção honrosa à Instituição de Ensino Superior que contar com a inscrição do maior número de trabalhos qualificados na edição vigente.

Desde sua criação, o Prêmio já recebeu mais de 610 projetos no Brasil e reconheceu um total de 35 trabalhos, concedendo R$ 2,1 milhões em prêmios.

Os estudantes autores dos projetos finalistas também serão convidados a participar de processos seletivos para vagas nos negócios da Organização Odebrecht, classificada pelo segundo ano consecutivo como a 3ª Empresa dos Sonhos dos Jovens, em pesquisa da Cia de Talentos em parceria com Nextview People.

Os projetos inscritos devem conter os elementos de uma proposta de engenharia de solução tecnológica ou inovação que se mostre viável em sua execução, ou já com dados de testes ou de aplicação que demonstrem esta viabilidade. Uma comissão julgadora analisará cada trabalho sob a ótica da viabilidade econômica, responsabilidade ambiental e inclusão social.

O Prêmio Odebrecht é uma iniciativa dos negócios da Organização e visa estimular a geração de conhecimento sobre temas relacionados à contribuição das engenharias, arquitetura e agronomia para o desenvolvimento sustentável.

A premiação também acontece em outros onze países:

Angola,

Argentina,

Colômbia,

Cuba,

Equador,

Estados Unidos,

México,

Panamá,

Peru,

República Dominicana

Venezuela.

 

Submitted by on/2015

 

http://revistaecoturismo.com.br/

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

Copy Protected by Chetans WP-Copyprotect.